Gestos sustentáveis

O termo “desenvolvimento sustentável” foi usado pela primeira vez em 1987 por Gro Harlem Brundtland, ex-primeira-ministra da Noruega e que atuou como presidente de uma comissão da Organização das Nações Unidas. Ela publicou o livro Our Common Future, em que diz: “Desenvolvimento sustentável significa suprir as necessidades do presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprirem as próprias necessidades”.

A sustentabilidade vem ganhando espaço cada vez mais na sociedade a partir de escolas, faculdades, empresas e governos, entre outros. A luta constante por uma cidade, país e um mundo mais sustentável se torna cada vez mais constante.

A sustentabilidade, quando incorporada às rotinas das empresas e indústrias, gera bons retornos em imagem, consequentemente, em negócios. Além disso, o principal é o benefício que traz para o meio ambiente e humanidade, por isso é preciso correr contra o tempo.

As vilãs: sacolas plásticas

A busca constante pelo não uso das sacolas plásticas tem crescido. Elas demoram cerca de 200 anos para se degradarem na natureza, sem contar que a matéria-prima utilizada em sua fabricação, o polietileno, é uma substancia não renovável originada a partir do petróleo.

Infelizmente, é difícil a sociedade “desapegar”, pois quem substituiria as sacolinhas? É por isso que as próprias empresas estão buscando se adaptar. Como por exemplo, o uso de ecobags ou sacolas de feira, caixas de papelão ou até mesmo levar sua própria sacola na hora das compras.

Incentivando o não uso

Uma empresa de supermercados de Birigui-SP decidiu voltar a utilizar caixas de papelão e incentiva seus clientes sobre o uso das sacolas retornáveis para substituir sacolinhas plásticas. Eles promovem a campanha “O futuro em suas mãos” dentro da própria empresa e nas mídias sociais.

Um dos responsáveis pela ideia, Alexandre de Almeida afirma que o supermercado foi a primeira empresa a banir a sacola plástica na cidade assim que o uso foi regulamentado. Infelizmente, algum tempo depois, após alguns recursos judiciais, as sacolinhas voltaram. Alexandre afirma que o “objetivo é o não uso das sacolas plásticas, pois pensamos nas futuras gerações, e sabemos que esse tipo de material demora muito para se reciclar na natureza (…) e com as caixas de papelão conseguimos fazer com que as pessoas ajudem também as outras, pois você leva sua compra na caixa e depois ela pode ser entregue a alguma pessoa ou centro de reciclagem’’.

O supermercado incentiva seus clientes em outro ponto: aqueles que levam suas compras nas caixas ou em sacolas retornáveis concorrem a uma cesta básica e uma cesta de frutas.

“É uma questão de consciência mesmo, porque se paramos para pensar no lado financeiro, continuaríamos com as sacolas, até porque esses papelões a gente vende e gera uma boa receita no mês. Mas nosso objetivo é por um futuro mais sustentável e principalmente incentivar as pessoas, começando pelos nossos clientes”.

O funcionário finaliza dizendo que o incentivo está dando muito certo e que os próprios clientes, ao realizarem suas compras, já pedem pelas caixas ao invés das sacolas.

tataruga
Impacto ambiental das sacolas plásticas afeta diretamente a vida dos animais.

Texto por Beatriz Pararini, estudante do 4º semestre de Jornalismo.

Imagens: Banco Mundial (tabela), https://www.ibccoaching.com.br/portal/artigos/adaptacao-organizacoes-conceito-sustentabilidade-empresarial/

http://scienceblogs.com.br/ecodesenvolvimento/tag/sacolas-plasticas/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close