Vencendo pela Educação

É possível mudar vidas e transformar o mundo trilhando os caminhos da educação.

No ano de 1808 foi criada a primeira instituição de ensino superior do Brasil, a Escola de Cirurgia da Bahia, depois de mais de 300 anos da chegada dos portugueses no país. Após alguns anos, foram abertas novas faculdades, mas é somente em 1920 que a primeira universidade a oferecer diversos cursos é fundada – no Rio de Janeiro. Esses dados nos mostram como o acesso à educação no Brasil é recente e, por muito tempo, foi voltado apenas à elite.

Prestes a completar o centenário da primeira universidade, a educação no Brasil enfrenta dificuldades, porém é possível ver uma evolução – comparando com o cenário das primeiras instituições superiores brasileiras – ao nos depararmos com histórias de quem sobrepujou as dificuldades e conquistou um diploma e seu espaço no mercado.

Mulheres na Educação

De acordo com Dados do Censo da Educação  Superior de 2016, as mulheres representam 57,2% dos estudantes de cursos de graduação. Dez anos antes, em 2006, eram 56,4% das matrículas. Ou seja, atualmente a presença feminina corresponde a mais da metade no ensino superior.

Para a professora Ana Paula Boato, a educação é uma ferramenta transformadora que muda vidas. Em sua experiência pessoal, diz que os conhecimentos adquiridos em sua formação a transformaram como pessoa, no seu saber e agir. Hoje, como docente de Química, intérprete de libras e coordenadora escolar, passa seu conhecimento para outras pessoas e compartilha a paixão de ensinar e aprender.

Realizando trabalho de Ciências em sala de aula – Foto: Arquivo pessoal Ana Paula Boato

“São muitas experiências que adquiri durante esses meus 15 anos de estudo, aprendizagem e compartilhando conhecimento, mas foi como coordenadora que pude compreender a importância e o papel de um educador e como a educação transforma vidas”, afirma.

Ana em estudo de metas da escola. – Foto: Arquivo pessoal Ana Paula Boato

A solução chamada EAD

Para muitos, além da questão financeira, o tempo, o deslocamento e outras obrigações diárias são um obstáculo para ingressar no ensino superior. Ganhando força no país a cada ano – em 2016, o número de alunos matriculados era de 1,5 milhão – os cursos à distância são uma solução para quem deseja obter um diploma, mas não tem disponibilidade para frequentar um curso presencial.

Esse um milhão e meio de universitários que optaram pelo EAD correspondem a 18,6% das matrículas totais, enquanto que em 2004, apenas 4,2% do total. E existem alguns motivos para esse aumento no número de matrículas.

Considerando os gastos – com combustível, passagens ou mensalidades de transporte universitário; em alguns casos, aluguel; alimentação; mensalidade da universidade, no caso de cursos particulares; as horas despendidas no trânsito e permanência em aulas – a economia é muito grande e isso pode significar a possibilidade de cursar uma faculdade, mesmo que o estudante tenho pouca disponibilidade e recursos.


Gráfico: site Veja Abril
Em 2017, a mensalidade média de um curso EAD correspondia a 35,8% do valor pago por estudantes de um curso presencial.
 

Estudante de Pedagogia e formada em Serviço Social, ambos pela modalidade EAD, Fernanda Duarte afirma que a flexibilidade de horários e o baixo custo do curso são grandes vantagens oferecidas. “No geral, minha experiência foi boa. O ensino EAD é mais barato, no custo e no deslocamento. Permite fazer seu próprio horário de estudo. Hoje, eu não faria presencial, talvez se fosse mais nova”, comenta.

Texto por Giovanna Borin, estudante do 4º semestre de Jornalismo.

Imagem em destaque: Michal Jarmoluk.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close