A dúvida dos recém formados: Faculdade ou Concurso Público?

Saiba mais sobre as escolhas dos jovens pós-formação no ensino médio.

Por Carlos Alves, estudante do 3º semestre de jornalismo no UniToledo Araçatuba.

Cena do filme: O Clube dos Cinco.

Na sociedade, as escolhas que as pessoas devem fazer em relação à vida seguem uma ordem cronológica e, ao saírem da adolescência, é necessário decidir qual caminho profissional seguir. As opções mais populares são cursar uma faculdade ou prestar concursos públicos, tendo ambas seus benefícios e desafios próprios.

As graduações mais escolhidas no Brasil são Direito e Administração. Já entre os concursos mais cobiçados estão os militares, Receita Federal, Ministério do Trabalho, entre outros. Entretanto, grande parte dos concursos que oferecem carreiras e salários melhores exigem formação superior.

Os dois objetivos partem do mesmo princípio: estudar é o caminho. Além disso, há cursos universitários cuja formação colocam candidatos a concurso alguns passos adiante. 

Ao sair do ensino médio, as cobranças familiares por uma escolha costumam acontecer. O recém formado na escola, então, começa a pesquisar quais áreas se encaixam melhor em sua maneira de pensar e viver.

Ao sair do Ensino Médio, os recém formados começa a pesquisar áreas que se encaixam nas suas maneiras de pensar e viver.
Crédito de imagem: Canal do Ensino.

Para compreender um pouco mais sobre essa problemática, foram efetuadas por nossa equipe quatro entrevistas: Ângela Araújo Alves, 48 anos de idade, atual Policial Civil e também formada em Processamentos de Dados, diz que escolheu sua faculdade por influência familiar. “Quando eu era mais nova optei por fazer uma faculdade, pois era uma tradição familiar, porém com o passar do tempo prestei o Concurso da Policia Civil do estado de São Paulo e foi a melhor coisa que poderia ter feito no momento. Hoje estou estabilizada financeiramente e não tenho que me preocupar se serei ou não mantida em meu cargo, afinal sou concursada”, afirma.

A fala de Ângela vai ao encontro com a do Matheus Pontes Alves, de 20 anos de idade, que atualmente faz cursinho para se preparar para o mercado de trabalho. “Acredito que devido à estabilidade e os benefícios que os concursos públicos oferecem, é a melhor opção”, diz Matheus.

Alguns estudantes recém formados optam por realizar concursos públicos. Crédito de imagem: Ponta a ponta.

Para Bárbara Delgado Dourado, universitária de 23 anos, a faculdade é a realização de um sonho. “Além de me proporcionar especialização na área da Comunicação, que tanto amo, posso desfrutar de amizades e do ambiente que a instituição oferece a seus alunos. A melhor escolha, na minha opinião, é a faculdade, até porque os concursos públicos são muito concorridos e o número de vagas normalmente é escasso”, afirma.

Outros jovens, preferem o caminho da formação universitária.
Crédito de imagem Carlos Alves.

Renan Santos de Mello, de 32 anos idade, é policial militar e cursou Educação Física na graduação. Segundo ele, foi por pressão de sua mãe, que tinha medo dos perigos que o filho enfrentaria em uma carreira policial. “Sempre admirei a polícia militar e as forças armadas. Tinha vontade de servir desde criança. Me formei em Educação Física, porque minha mãe nunca quis que eu fosse policial, mas minha vontade era ter prestado o concurso bem antes”, destaca.

O Concurso Militar também é uma opção seguida.
Crédito de imagem: Carlos Alves.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close