QUEIMA DAS FITAS: o evento universitário mais importante de Portugal

Por Maria Eduarda Ramos, aluna do 5° semestre de Jornalismo do Unitoledo/Araçatuba-SP

O fim da vida universitária é um momento marcante na vida dos universitários. Em Portugal, entretanto, este conceito ganha uma nova forma e significado, fazendo disto uma celebração ritualística e que é tradição no país desde antes dos anos 1900.

Mas afinal, em que consiste a Queima das Fitas? De acordo com a Associação Acadêmica de Coimbra,

“É a explosão delirante da Academia, consistindo para os Fitados e Veteranos, na solenização da última jornada universitária ou seja, o derradeiro trajecto de vivência coimbrã”.

Nela, veteranos se despedem de seu período na Universidade e os calouros entram oficialmente no mundo acadêmico, com direito a trajes no estilo “Harry Potter” e muita festa.

Os cursos se dividem em atléticas, montam carros alegóricos e celebram esse evento tradição pela cidade. Coimbra e a cidade do Porto são as pioneiras na permanência dessa atividade, possuindo diferenças apenas em suas origens, já que o Porto iniciou a prática em 1920 com seus alunos de Medicina.

Cartaz de venda dos convites para a Queima das Fitas na cidade do Porto/Portugal. Fonte: Federação Acadêmica do Porto
Cartaz de divulgação do evento Queima das Fitas em Coimbra/Portugal. Fonte: Notícias de Coimbra

O evento consiste em dez partes:

Serenata Monumental

Sarau de Gala

Baile de Gala das Faculdades

Garraiada

A Garraiada foi suspensa a partir do ano de 2018 por conta dos direitos do animais, sendo realizada apenas por grupos de organização independentes e fora das jurisdições das universidades. A prática consistia em estudantes “desafiando” novilhos num estádio da cidade, mas a questão de maltrato aos animais foi levada em consideração e a celebração foi cancelada.

Récita

Consiste em apresentações satíricas sobre o ambiente acadêmico feitas pelos estudantes, que vão de stand-ups a performances teatrais.

Cartaz de divulgação de inscrições para a Récita em Coimbra/Portugal. Fonte: Universidade de Coimbra

Venda da Pasta

Queima do Grelo

Cortejo

Chá Dançante

Noites do Parque

Com isso, a tradição portuguesa se mantém até hoje. Realizada em maio, um mês antes dos exames finais no calendário acadêmico português, a festa movimenta toda a sociedade lusitana e relembra uma celebração que ultrapassa gerações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close