Segunda Sem Carne: Um dia na semana faz diferença

Campanha convida pessoas a conhecerem novos sabores uma vez por semana

Por Larissa Gomes, estudante de Jornalismo do UniToledo Araçatuba.

Comer ou não comer carne? Essa é uma questão que divide muitas opiniões e desencadeou a criação de diversos movimentos que defendem uma alimentação apenas com produtos de origem vegetal. Um deles evoluiu ao longo dos anos e propõe usar as segundas-feiras como o dia ideal para iniciar as mudanças no cardápio.

Em 2018, segundo o Ibope, 30 milhões de brasileiros não comiam nenhuma carne. Foto: @pimenta.vegana

Os primeiros passos do movimento foram dados durante a Primeira Guerra Mundial pela agência responsável pelas reservas de comida do exército americano e aliados, a U. S. Food Administration. Assim, o “Meatless Monday” (Segunda Sem Carne) e o “Wheatless Wednesday” (Quarta Sem Trigo) foram introduzidos como práticas de incentivo às famílias estadunidenses reduzirem o consumo de alguns alimentos e ajudarem na guerra.

Cartaz produzido pela U. S. Food Adminstration incentivando a redução do consumo de carne, grãos, açúcar e gorduras.


Os McCartney e o Meat Monday Free

Em 2003, a campanha Meatless Monday foi revivida por Sid Lerner e, em 2009, o Meat Monday Free foi lançado na Inglaterra pelo ex-Beatle Paul McCartney e sua família. A proposta é conscientizar as pessoas sobre os impactos que o consumo de produtos de origem animal traz à natureza, convidando-as a mudar os hábitos alimentares um dia na semana.


Campanha Brasileira

No Brasil, o movimento foi adotado pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) em parceria com a Secretaria do Verde e Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo, contando com o apoio de governos, personalidades e empresas. Vale ressaltar que a campanha brasileira é a maior do mundo e, em 2018, atingiu a marca de 67 milhões de refeições à base de vegetais.

A Segunda Sem Carne expande seus trabalhos nas escolas do estado de São Paulo.

E por que falar sobre isso é tão importante? Bom, o consumo de produtos de origem animal vai além de um simples acompanhamento ou prato principal nas refeições. Esse processo causa impactos em diversos âmbitos:

Impactos do consumo de carne para as pessoas, os animais e o planeta. Foto: Segunda Sem Carne.
Vídeo disponibilizado no canal da Sociedade Vegetariana Brasileira no Youtube.

Caso tenha interesse em aprofundar-se nesse assunto, separe um tempo para assistir ao documentário brasileiro “A Carne é Fraca”.

Vegetariano ou Vegano?

Mudar hábitos alimentares pode ser uma tarefa bem difícil, levando em consideração o forte costume brasileiro do churrasco, por exemplo. Então, pequenas mudanças diárias são de grande ajuda para quem está passando por essa transição. Portanto, o Segunda Sem Carne torna-se a porta de entrada para quem deseja aderir ao veganismo ou ao vegetarianismo.

Não sabe a diferença entre ser vegetariano e vegano? Assista ao vídeo e descubra:

Mas aí pode surgir a dúvida: “Como substituir os produtos de origem animal?”. Por isso, separei alguns canais veganos e vegetarianos com dicas e receitas bem bacanas para você testar em casa. Confira a lista:

E se você quiser comer fora de casa, a SVB incluiu um recurso bem bacana para te auxiliar. Clique aqui para conferir o restaurante com opções veganas e/ou vegetarianas mais próximo, de acordo com a sua localização.

“Se podemos viver vidas saudáveis e felizes sem machucar os outros, por que não o fazemos?”

Edgar’s Mission
Via Tenor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close